NOTÍCIAS

Acadêmico da UCDB vence prêmio de jornalismo do TJMS na categoria universitário

28 de Novembro de 2018 09:00

João Victor Ramos Estadulho, acadêmico do sexto semestre de Jornalismo da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), conquistou o 1º lugar da categoria universitário, no Prêmio de Jornalismo do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), com a matéria 'Na hora de revirar os olhos você aguentou' – que aborda casos de gestantes vítimas de insultos feitos por obstetras e enfermeiros antes e durante o parto.

Ele conta que ouviu sobre o tema após uma amiga compartilhar uma publicação alertando que a violência obstétrica e que a mesma estava sendo combatida por uma lei em Santa Catarina. Na imagem estavam os dizeres "na hora de dar não doeu" e "ano que vem está aqui de novo" chamaram atenção do estudante de jornalismo.

“Eu nem sabia que violência obstétrica existia e pensei como alguém pode falar isso pra uma mulher que está dando à luz? É desumano e cruel demais. Foi ali que eu descobri que esse tipo de humilhação acontecia. Consegui até uma doula como testemunha”, revelou o acadêmico.

João Victor  levou o assunto para a redação da emissora de rádio em que trabalhava e a pauta foi aceita e também publicada no jornal impresso da UCDB, o Em Foco . “Conversei sobre o assunto com várias mulheres que já haviam engravidado e 100% delas, já tinham sofrido violência obstétrica. Elas contaram, constrangidas, mas percebi que enxergavam com normalidade a situação. Notei que é um comportamento institucionalizado, comum e aceito pelas mesmas de uma forma geral. Foi aí que eu decidi fazer a reportagem, em que mulheres contam as agressões que sofreram antes e na hora do parto”.

“O Governo de Mato Grosso do Sul sancionou uma lei de combate à violência obstétrica para proteger as grávidas. Também inscrevi a versão impressa para o prêmio, mas quem levou a melhor foi versão do rádio.” Conforme o regulamento do concurso, o primeiro lugar ganhou R$ 1,5 mil.  A cerimônia de premiação será nesta sexta-feira (30), às 18h30, no auditório do Tribunal Pleno do Tribunal de Justiça/MS, localizado à Av. Mato Grosso, bloco 13, no Parque dos Poderes, em Campo Grande.

Texto sob a supervisão de Gilmar Hernandes

MAIS NOTÍCIAS