NOTÍCIAS

Com pandemia, atendimento do NAF fortalece inclusão digital

02 de Outubro de 2020 08:48

Orientações sobre como regularizar CPF suspenso, formalizar uma micro empresa individual, imposto territorial rural, preenchimento da declaração do imposto de renda pessoa física, parcelar impostos em atraso, além de outros serviços oferecidos pelo Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil (NAF), da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), os contribuintes (empreendedores e cidadãos comuns) atendidos também estão contando com auxílio tanto na maneira de instalar aplicativos do governo federal, em razão da pandemia causada pelo novo coronavírus, quanto na forma de utilizá-los. Desde o início do ano, o NAF vem realizando atendimentos de forma on-line (naf@ucdb.br) por acadêmicos de Ciências Contábeis, supervisionados por professores, contando ainda com a expertise de profissionais dos cursos de Direito e Publicidade e Propaganda.  

“Além dos atendimentos que a gente já vinha fazendo, estamos também fortalecendo a inclusão digital desses contribuintes, pois vimos que muita gente tinha dificuldade para utilizar ferramentas digitais oferecidas pelo governo federal durante a pandemia, por exemplo. E não estamos falando de pessoas sem escolaridade, mas de cidadãos que sempre contaram com atendimento presencial, e agora não tem isso, necessitando lidar com a tecnologia. Notamos que no início era um simples atendimento fiscal e contábil, mas percebemos que estávamos trabalhando com a promoção da inclusão digital, porque às vezes a pessoa não sabe ou tem muita dificuldade ou receio de errar”, destaca a coordenadora do curso de Ciências Contábeis da UCDB, professora Lucélia Tashima.

“Eu estava precisando resolver um problema da minha empresa, sobre um parcelamento de imposto. Ouvi sobre o assunto na rádio e fui atrás. Fui muito bem atendida pela equipe do NAF UCDB”, destacou a micro empreendedora individual Thaize Tassiane Leite Alves. Já o administrador Sung Hoon Zaduski procurou o NAF para obter mais orientações sobre como regularizar o imposto de renda. “Achei que atendimento foi bem ágil e deu tudo perfeitamente certo. Agradeço e parabenizo o trabalho”.

A professora conta que, em meio a pandemia, os atendimento foram iniciados por e-mail, passando para videoconferência via Google Meet. “Como nem sempre os contribuintes tinham o aplicativo instalado no celular, tivemos que nos adaptar e atende-los por videochamada no Whatsapp. As pessoas encontraram no NAF orientações, que muitos não sabiam onde procurar ajudar para a ter acesso a informações de utilidade pública”, completa a coordenadora.

Com o programa Compre do Vizinho, realizado pelo projeto de extensão Agência Mais da UCDB, muitos dos empreendedores que buscam ajuda para divulgar seus produtos, também recebem orientações do NAF sobre como formalizar o pequeno negócio e o custo para isso. Para mais informações entre em contato via e-mailnaf@ucdb.br.

MAIS NOTÍCIAS