NOTÍCIAS

Condição de vida de assentados em MS é avaliada por mestranda da Católica

06 de Março de 2019 16:00

Patrícia Borges Ferreira, mestranda do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Ambientais e Sustentabilidade Agropecuária da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), apresentou à banca avaliadora a dissertação desenvolvida durante o curso na última semana. Intitulada “Avaliação da Condição de Vida de Assentados em Mato Grosso do Sul”, a pesquisa foi feita sob orientação do professor Dr. Olivier François Vilpoux.

Com o objetivo de identificar o modelo de avaliação da qualidade de vida que mais se adapta à base de dados disponíveis em Mato Grosso do Sul relacionada aos assentados do Estado, Patrícia utilizou informações coletadas pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), além de questionários estruturados com perguntas fechadas.

Segundo a mestranda, há poucos trabalhos relacionados a qualidade de vida na área rural e, a partir da pesquisa realizada por ela, foi possível descobrir pontos negativos no cotidiano das famílias. “Existem coisas que atrapalham as condições de vida do agricultor familiar como a dificuldade de assistência técnica, vias precárias de acesso, além da falta de acesso à escola por parte das crianças”, concluiu Patrícia.

Junto com o orientador da pesquisa, participaram da banca avaliadora os professores da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) Dr. Matheus Wemerson Gomes Pereira e pela Dra. Patrícia Campão. Mais informações sobre o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Ambientais e Sustentabilidade Agropecuária podem ser obtidas por meio do número (67) 3312-3702.

Texto sob supervisão de Natalie Malulei.

MAIS NOTÍCIAS