NOTÍCIAS

Dança no Museu tem número recorde de apresentações e participação de mais de 150 bailarinos

22 de Novembro de 2022 13:36

 

Já virou tradição em Campo Grande entre os grupos de dança: chega o fim do ano, uma das apresentações mais encantadoras acontece no teto do Museu das Culturas Dom Bosco, no Parque das Nações Indígenas, com a realização do Dança do Museu, promovida pela Universidade Católica Dom Bosco e Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur). O evento será no próximo sábado (26), a partir das 18h, nos altos da Avenida Afonso Pena. Da calçada do parque, o público pode se acomodar para assistir às apresentações, gratuitamente.

Neste ano, são 30 coreografias inscritas, com a participação de mais de uma centena de bailarinos. “Promovemos o Dança no Museu há 15 anos — com dois pequenos hiatos nesse tempo, um deles por causa da pandemia. Então, o projeto está consolidado entre os amantes da arte e posso garantir que é uma experiência única: o palco é o teto do museu, que fica no nível da calçada da Avenida Afonso Pena. O público leva suas cadeiras, toalhas, o tereré, confraterniza-se ao ar livre, enquanto os bailarinos encantam com a beleza das apresentações”, detalhou o organizador do evento, Roberto Figueiredo, da área de Cultura e Arte da UCDB, ligada à Pró-Reitoria de Pastoral e Assuntos Comunitários.

O grupo anfitrião é o Ararazul, da UCDB, que reúne somente bailarinos acadêmicos. “Estamos animados para apresentar nosso novo trabalho coreográfico e também por receber tantos grupos talentosos! A troca entre grupos e profissionais da dança é enriquecedora, além de promover e fomentar a cultura na nossa cidade. Só temos a ganhar com o evento, pois o acesso ao público é gratuito e ilimitado e estamos promovendo arte para que todos tenham acesso”, destacou a coreógrafa Jéssica Bellincanta.

“Fazemos questão de apoiar o Dança no Museu, que já se consagrou em Campo Grande. Numa mesma noite, no mesmo palco, há espaço para o balé clássico, jazz, dança contemporânea, street, dança árabe... um pouco de todos os estilos. Convido toda população a prestigiar essa noite de celebração da nossa dança”, disse o titular da Sectur, Max de Freitas.

 

MAIS NOTÍCIAS