NOTÍCIAS

Dissertação confirma importância do Rede de Saberes na UCDB

17 de Novembro de 2022 07:12

O Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) realizou nesta quarta-feira (16), a defesa de dissertação do mestrando Gustavo dos Santos Souza, com o tema ‘O programa Rede de Saberes da Universidade Católica Dom Bosco: Potencialidades decoloniais’, sob a orientação do professor Dr. Carlos Magno Naglis Vieira.

O projeto Rede de Saberes vinculado ao Núcleo de Estudos e Pesquisas das Populações Indígenas, é muito mais do que um projeto que está na UCDB e em contato com outras instituições. “Ele ultrapassa a linha geográfica da universidade, e adentra as aldeias através dos acadêmicos que vem, se formam e retornam para a comunidade com uma bagagem muito maior de conhecimento, para que possam ser protagonistas na luta e resistência. Pude perceber uma relação de afeto muito grande em relação aos acadêmicos egressos do programa Rede de Saberes para com o projeto e isso foi algo muito gratificante para mim”.

O mestrando chegou até esse tema por conta de uma trajetória de pesquisa voltada aos povos tradicionais em três ciclos no Pibic, do trabalho de conclusão de curso na graduação e dando sequência no mestrado. “O Rede de Saberes é um projeto que tem como objetivo proporcionar uma maior acessibilidade, prestando assistência aos indígenas que desejam cursar o ensino superior na UCDB ou em outras instituições parceiras”, destacou o mestrando.

Ele reforça que através das leituras teóricas analisadas no processo de construção da dissertação, uma das coisas que aprendeu foi que somos sujeitos em constante transformação. “Nesse momento eu posso pensar de uma forma e daqui um tempo já não penso dessa maneira. E isso é algo muito rico, pois nos dá a possibilidade de mudar, de reconhecer erros, de transformar, de desconstruir e reconstruir”, completou.

Além do orientador, a banca examinadora foi composta pelos professores dr. Reinaldo Matias Fleury (UFSC) e dra. Adir Casaro Nascimento (UCDB). Mais informações pelo telefone (67) 3312-3597.

MAIS NOTÍCIAS