NOTÍCIAS

Doutoranda da Católica cria ferramenta para auxiliar a perícia na elucidação de crimes

12 de Dezembro de 2018 13:00

Ariadne Barbosa Gonçalves, doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais Sustentabilidade Agropecuária (Mestrado e Doutorado) da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), defendeu, nesta terça-feira (11), a tese desenvolvida durante o curso.

Sob orientação do professor Dr. Hemerson Pistori, Ariadne trabalhou para a criação de uma nova ferramenta que vem para auxiliar a perícia na elucidação de crimes por meio da identificação, contagem e rastreamento dos grãos de pólen encontrados nas vítimas. Todas essas funções podem ser exercidas por um sistema baseado em visão computacional.

“A partir do sistema é possível identificar e contar os grãos de polén em imagens digitais, além de descobrir a origem dele e a localização da planta da qual ele pertence. Com esse recurso podemos mapear cada região em relação aos tipos de vegetais e poléns presentes  e tornar possível a busca por determinada planta”, pontuou Ariadne.

Para a avaliar o trabalho intitulado “Visão computacional e geotecnologias aplicadas na palinologia forense”, junto com o orientador do trabalho,  também participaram o Dr. Helder Pereira Figueiredo da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, o docente da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) Dr. Francisco de Assis Ribeiro dos Santos e os professores da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) Dr. Antônio Conceição Paranhos Filho (UFMS) e Dr. Amaury Antônio de Castro Junior.

Texto sob supervisão de Natalie Malulei.

MAIS NOTÍCIAS