NOTÍCIAS

Doutoranda de Rondônia defende tese sobre práticas pedagógicas de professores indígenas

03 de Junho de 2019 09:00

O Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) realizou na sexta-feira (31) a banca de defesa da doutoranda Andreia Maria Pereira, com a tese intitulada “Decolonizando o currículo: Práticas pedagógicas interculturais e processos formativos dos professores e professoras indígenas Gavião de Rondônia”.

“Nesse trabalho eu tento mostrar e descrever um pouco das práticas pedagógicas dos professores indígenas Gavião e que com suas práticas eles constroem uma educação intercultural crítica, através do seu protagonismo, juntamente com suas comunidades e alunos”, destacou a doutoranda.

Durante as considerações, a professora Dra. Iara Bonin (Ulbra) leu uma carta que escreveu de próprio punho, destacando ao longo de cinco páginas todo o esforço e garra da doutoranda e a qualidade do trabalho, emocionando a todos os presentes. “Eu tinha um sonho de fazer o doutorado. É aquela sensação de sonho realizado. Não sei se vai mudar alguma coisa daqui para frente, só sei que eu consegui realizar esse sonho. E realizar um sonho é uma coisa muito gratificante, uma coisa muito boa. Estou com o coração cheio de alegria”, comemorou a doutoranda.

A pesquisa contou com a orientação da professora Dra. Ruth Pavan e a banca examinadora foi composta pelos professores Dra. Marizete Lucini (UFS), Dra. Iara Tatiana Bonin (Ulbra), Dr. Heitor Queiroz de Medeiros (UCDB), Dra. Marta Regina Brostolin (UCDB), Flavines Rebolo (UCDB) e Dra. Sirley Lizott (UEMS).

MAIS NOTÍCIAS