NOTÍCIAS

Extensionistas dos projetos Horta Escola e Educação Ambiental passam por capacitação

06 de Abril de 2022 07:42

 

Acadêmicos extensionistas dos projetos Horta Escola e Educação Ambiental em Comunidades estão passando por uma capacitação na Fazenda-Escola. Sob a orientação dos professores Lucas Torres e Francilina Araújo Costa, o grupo de cerca de 20 acadêmicos preparam uma variada horta e a produção será doada para moradores da comunidade Bom Retiro.

“Estamos iniciando o projeto e organizamos essa capacitação, iniciada semana passada. Os acadêmicos participam de todo o processo de preparação dos canteiros, das mudas, o plantio, semanalmente acompanham o crescimento das hortaliças e legumes, verificam a adubação, ervas daninhas, presença de insetos... Dessa forma, aprenderão as etapas e poderão ser os multiplicadores nos locais em que faremos atendimentos”, detalhou a professora Francilina.

Alunos dos cursos de Nutrição, Gastronomia, Design, Zootecnia, Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Sanitária e Ambiental, Agronomia e Biomedicina plantaram milho verde, repolho, couve, alguns tipos de abóbora, batata doce e berinjela.

Após essa etapa de capacitação, os acadêmicos passam a fazer as atividades nas escolas e entidades parceiras dos projetos. Alguns dos locais atendidos são a Escola Estadual Antônio Delfino Pereira, Escola Municipal João de Paulo Ribeiro, Escola Irmã Edith Coelho Neto, Casa do Bosco, Centros de Assistência Social da Vila Nasser e do Jardim Aeroporto, Escola Municipal Infantil Atenas de Sá Carvalho, entre outros.

“Como são muitos locais, programamos visita dos extensionistas a cada 15 dias. Lá, eles capacitam a comunidade e repassam tudo o que aprenderam para que os alunos e professores desses locais sejam os responsáveis pelas hortas. A produção pode ser consumida pelas crianças e adolescente e também serem encaminhadas paras as famílias”, destacou professor Lucas. O projeto de extensão existe desde 2006.

Os acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo Felipe da Silva Leite, de 17 anos, e de Gastronomia Bruno Amaral dos Santos, de 18 anos, souberam das atividades de extensão no primeiro dia de aula e logo procuraram participar. “Não imaginava que estaria mexendo com horta na universidade, mas tem sido um grande aprendizado. Espero repassar esse conhecimento para as pessoas para ajudá-las na alimentação”, afirmaram.

A acadêmica do 5º semestre de Agronomia Isabel de Emilio Benites, de 21 anos, está tendo a primeira oportunidade de realizar atividade prática na Fazenda-Escola. “Um mês depois  que entrei na UCDB teve início a pandemia. Com isso, muitas atividades práticas acabaram adiadas. Então, tem sido bem proveitoso esse tempo aqui”, contou.

O projeto Horta Escola busca desenvolver a prática do cultivo de hortaliças nos locais de funcionamento do projeto e servir de laboratório para que se possa despertar nos alunos o interesse pela educação ambiental.

Já o Educação Ambiental em Comunidades trabalha questões de educação, conscientização, sustentabilidade, preservação ambiental e reciclagem de diversos resíduos, na tentativa de mudança de hábitos, geração de renda e formação de cidadãos consciente que preservem o meio ambiente em que vivem.

MAIS NOTÍCIAS