NOTÍCIAS

Mestrado Internacional da UCDB é reconhecido por excelência em boas práticas por entidade europeia

24 de Agosto de 2022 10:00

O Mestrado Internacional Erasmus Mundus em Desenvolvimento Territorial Sustentável (Erasmus Mundus Masters in Sustainable Territorial Development), credenciado pela União Europeia em 2010, em parceria da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), graças ao suporte do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Local, com a participação de mais três universidades europeias (Université Paris 1: Panthéon Sorbonne da França; KuLeuven da Bégica e Universitá degli studi di Padova da Itália),  acaba de receber nota 93 do European Education and Culture Executive Agency (EACEA).

Conforme informações repassadas pelo órgão, aqueles programas que obtiverem a nota igual ou superior a 80 passam a ser assinalados na plataforma de resultados do Projeto Erasmus plus entre aqueles considerados como de boa prática. “Acredito ter sido uma parceria entre as universidades e organizações profissionais de apoio, coordenada de forma horizontal para tomada de decisões, com profundo respeito à cultura e a procedimentos de cada universidade no contexto de seu país. E também a possibilidade de estudantes de vários países e continentes vivenciarem diferentes universidades a cada semestre e de aprenderem a conviver durante estes dois anos. Foi um exemplo de exercício de aprendizagem interdisciplinar e de interculturalidade. É, de fato, um grande sucesso a ser comemorado”, destacou a professora dra. Cleonice Alexandre Le Bourlegat, que coordena o programa na católica desde o início!!  

Erasmus Mundus

O Mestrado Internacional Erasmus Mundus em Desenvolvimento Territorial Sustentável (Erasmus Mundus Masters in Sustainable Territorial Development) contou com cinco turmas. Como se tratava de um programa ao mesmo tempo acadêmico e profissional, dele também fizeram parte três parceiros profissionais associados: duas Ongs internacionais, uma sediada na França (Association of Democracy Agencies -Alda) e outra na Bélgica (ViaVia Tourism Academy), além do Sebrae no Brasil. Esta edição obteve grande sucesso de qualidade na avaliação do EACEA, órgão responsável pelo credenciamento, assim como de procura internacional, oriunda de todos os continentes.

Terminada a quinta turma, o consórcio ofereceu a 6ª turma em 2016, antes de solicitar o segundo credenciamento, sem perder o prestígio em nível internacional. No mesmo ano, foi contemplado com o credenciamento da segunda edição pela União Europeia, pelo Programa Erasmus+, para mais três turmas (7ª, 8ª e 9ª), desta vez com mais duas universidades parceiras do continente africano: University of Johannesbourg na África do Sul e Université Ouaga 1- Professor Joseph Ki-Zerbo de Burkina Faso.

Como programa de mobilidade acadêmica, sempre coube aos estudantes permanecer sequencialmente um semestre em cada uma das três universidades europeias e, nelas frequentar as disciplinas da grade proposta. No quarto semestre poderiam eleger uma das cinco universidades para cumprir o estágio e desenvolvimento da dissertação. 

Nesta segunda edição, mais uma atividade foi proposta no programa: a Escola de Inverno, que deveria ser promovida pelos parceiros não-europeus, durante o mês de julho (férias escolares). A primeira Escola de Inverno foi organizada em 2018, pela UCDB em parceria com o Sebrae, para a 7ª turma, ocasião em que chegou a receber 34 (trinta e quatro) participantes, entre eles 26 estudantes de 22 países. No ano seguinte, esta mesma atividade foi organizada pela University of Johannesbourg à 8ª turma. A terceira, a ser oferecida novamente pela UCDB em 2020 para a 10ª e última turma, acabou sendo impedida pela pandemia da covid-19.

MAIS NOTÍCIAS