NOTÍCIAS

Mestranda em Biotecnologia da UCDB identifica planta que pode ajudar no controle do Aedes aegypti

16 de Março de 2017 09:00

Nathalie Nogueira Paré, discente do Programa de Pós Graduação – Mestrado e Doutorado em Biotecnologia da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) defendeu na tarde desta terça-feira (14) a dissertação desenvolvida durante o curso. O tema abordado por ela foi Metabólitos Secundários e Atividade Tóxica de Simarouba versicolor (Simaroubaceae) sobre Aedes aegypti (L.) (Diptera: Culicidae) e Artemia salina (Crustaceae: Artemiidae). Pesquisa foi orientada pela professora Dra. Antonia Railda Roel e coorientada pela professora Dra, Rosemary Matias.

Mestranda realizou inúmeros processos químicos, além da busca de moléculas naturais para o controle do mosquito Aedes aegypti por meio da planta Simarouba versicolor, que possui a casca de sabor naturalmente amargo e em virtude disso os insetos não a atacam. “Escolhi a planta por já ser conhecida no cerrado e por apresentar na literatura atividades inseticidas, mas além deste efeito foi necessário ter certeza de que não era tóxica ao meio ambiente nem ao ser humano”, explicou a bióloga que encontrou resultados satisfatórios através caule da planta.

Estiveram presentes na banca examinadora, o docente da Católica, professor Dr. Lucas Castro Torres e da Universidade Anhanguera Uniderp o professor Dr. Kleber de Olivera. Mais informações a respeito dos programas de mestrado e doutorado da UCDB podem ser obtidas por meio do número (67) 3312- 3597.

MAIS NOTÍCIAS