NOTÍCIAS

No aniversário de Dom Bosco, o presente é a solidariedade

15 de Agosto de 2022 06:41

 

Dia 16 de agosto, comemora-se os 207 anos de nascimento de São João Bosco, o pai e mestre da juventude. Nessa data tão especial para a comunidade salesiana, acadêmicos da Universidade Católica Dom Bosco participam da campanha Tipo Certo — um mutirão de doação de sangue e de cadastro de medula óssea organizado pelos cursos de Publicidade e Propaganda e Enfermagem, Pró-Reitoria de Pastoral da UCDB e Hemosul.

Para a ação acontecer, as salas da Clínica-Escola da UCDB receberão equipamentos para viabilizar a coleta de sangue. O local terá capacidade para atender até 70 pessoas por período. Os acadêmicos de Enfermagem auxiliarão nos trabalhos, vivenciando mais uma prática da profissão, assim como uma equipe do QualiSalva.

“Todos são muito bem-vindos e podem participar: acadêmicos e colaboradores docentes e administrativos. Isso é vida! Dom Bosco foi um grande exemplo de doação, de partilha e esse é um ótimo momento de mostrar que seus ensinamentos estão sendo colocados em prática salvando vidas”, disse um dos organizadores da ação, professor Thiago Muller, da Agência de Publicidade Jr. da UCDB, a Mais Comunicação.

Podem doar sangue pessoas de 16 a 69 anos (16 e 17 anos devem estar acompanhado dos responsáveis ou apresentar documento de emancipação), acima de 51 quilos, que estejam bem alimentados. Homens devem respeitar o intervalo de doação de dois meses e mulheres, de três meses. Algumas doenças e medicamentos impedem a doação, assim como a vacinação recente.

“No inverno, o número de doações cai e os estoques estão constantemente em níveis críticos. Por isso, a população é estimulada a realizar esse ato de solidariedade. Isso faz bem para quem doa, que se sente útil, e para quem recebe não tem preço. Nós, enquanto universidade, temos esse papel de formar o cidadão que certamente fará a diferença na sociedade”, complementou Thiago. 

Medula óssea

A campanha também tem o objetivo de sensibilizar sobre o cadastro para doação de medula óssea. No dia 10 de agosto, nos períodos da manhã e da tarde, o Hemosul realizou palestra com a presença do professor Carlão, conhecido em Campo Grande por sua batalha contra o câncer. Ele é transplantado e dá seu testemunho de salvação, estimulando que mais pessoas façam adesão ao banco de medula.

 

MAIS NOTÍCIAS