NOTÍCIAS

Onças pintadas são resgatadas na Serra do Amolar e trazidas para Campo Grande

04 de Novembro de 2020 16:07

Duas onças pintadas acabam de chegar em Campo Grande, vindas de avião da Força Aérea Brasileira (FAB), após serem resgatadas na Serra do Amolar com queimaduras nas patas, magras e desidratadas. O resgate, que ocorreu nesta manhã (3), foi feito por uma equipe de médicos veterinários da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e acadêmicos voluntários.

“O animal estava bastante debilitado e tentava subir uma ribanceira e não conseguia. Ele se acomodou debaixo de uma touceira e não se movimentou mais. Começamos a monitorar até chegar recurso aéreo para fazer a captura dela, só que ela fugiu e entrou em uma casa abandonada. Quando nós vimos tinha outro lá dentro”, explicou a veterinária Paula Helena Santa Rita, que monitorou os animais no deslocamento. 

O trabalho também contou com a veterinária Magyda Arábia Araji Dahroug. “As onças receberam curativos e fluidoterapia no local e agora vão ficar no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) para tratamento de queimaduras e acompanhamento nutricional, para poder retornar para a natureza”, ressalta.

As atividades fazem parte do Grupo de Resgate Técnico Animal do Pantanal/MS (Gretap), das comissões estaduais de Animais Silvestres (CEAS) e de Meio Ambiente (Cema) do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV-MS), do Biotério da UCDB, do Hospital Veterinário da UCDB e dos projetos de extensão em Castração e em Saúde Pública. Eles também já realizam ações na região do Alto Taquari, região Norte do Estado, levando alimentos e medicamentos arrecadados para tratar de animais feridos por conta das queimadas. O fogo já consumiu quase dois milhões de hectares do Pantanal em território sul-mato-grossense.

MAIS NOTÍCIAS