NOTÍCIAS

Pesquisa da UCDB aponta descarte incorreto de bitucas de cigarro na 14 de Julho

03 de Novembro de 2021 07:23

Alunos do doutorado e de iniciação científica vinculados ao Grupo de Pesquisa em Desenvolvimento Territorial Sustentável, certificado pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), e alocado no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Local da Católica encontraram 654 bitucas de cigarro descartadas na Rua 14 de Julho (entre a Av Afonso Pena e Rua Cândido Mariano) durante uma ação da Prefeitura de Campo Grande. O diagnóstico, feito no período de apenas três horas, deu-se após a varrição da via e limpeza dos canteiros, no dia anterior. A pesquisa resultará na produção de três artigos sobre resíduos sólidos (bitucas de cigarro), entre eles um sobre a metodologia inédita de contagem de bitucas por registro fotográfico, sem coleta do resíduo.

Segundo a  coordenadora da pesquisa, professora Dolores Coutinho, a quantidade foi encontrada em 60 árvores e calhas de drenagem de água. “As bitucas produzem elevado grau de contaminação, estudos mostram que apenas duas bitucas são capazes de contaminar 50 litros de água. Elas levam 15 anos para se degradar no meio ambiente. Em se juntando 2.500 bitucas tem-se um quilo de resíduo, e em média quatro bitucas equivalem a uma folha de papel A4”, explica a professora.

A docente destaca, ainda, que a finalidade da pesquisa diagnóstica não é apenas mostrar os dados das más práticas de descarte dos fumantes quanto ao descarte correto da bituca de cigarro em Campo Grande. “É mostrar que se pode sugerir ao poder público alternativas de reciclagem, envolvendo programas sociais e geração de renda a partir desse resultado, contribuindo para a inovação no território, verificar as possibilidades da economia circular, minimizando, assim, o impacto ambiental que esse material provoca”, completou.

O trabalho está em fase de auditagem, e uma recontagem será efetuada para comparação com a primeira coleta, além da revisão de literatura, para que os artigos sejam produzidos. Na semana passada, o grupo participou de uma live durante a Semana LixoZero CG com o tema ‘Lugar de bituca é na reciclagem’. “Levamos uma realidade pouco conhecida entre as pessoas: a quantidade de bitucas de cigarro nas vias das cidades”, finalizou a professora. 

MAIS NOTÍCIAS