NOTÍCIAS

Pesquisa mostra resultados positivos em treino de ouvinte com consequências específicas em crianças com autismo

08 de Fevereiro de 2019 07:00

“Emergência de intraverbal e tato via treino de ouvinte com consequências específicas em crianças com autismo” foi o tema da dissertação da mestranda Tatiana Borges Assumpção Gattass Katayama, do Programa de Pós-Graduação em Psicologia — Mestrado e Doutorado da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), defendida nesta manhã (7).

A mestranda conta que se trata de um estudo novo, de fácil aplicabilidade e de baixo custo, pois é principalmente composto por um profissional psicólogo. O estudo mostrou que o treino de ouvinte com o comportamento de consequências específicas auditivas pode ser eficaz no estabelecimento de repertórios de tato e intraverbal.

“Apliquei o teste em cinco crianças com idades entre 8 e 13 anos, com condicional auditivo-visual [nível 6 no teste ABLA-R]. Quando eu mostrava figuras representando três diferentes profissões, por exemplo, a criança precisava me dizer a função dela e eu reforçava o que esse profissional fazia. Além das profissões também trabalhei com bandeiras de diferentes países e instrumentos musicais. Outra parte do teste foi aplicado por meio de questionário e eles deveriam falar a resposta após o questionamento. Também utilizei reforçadores nos testes”, disse.

A pesquisa aponta que o uso de consequências especificas auditivas pode ser implementado para aquisição de repertórios de falante, confirmando estudos anteriores que mostraram emergência de comportamento de ouvinte. Mostra ainda resultados importantes e apontam um caminho promissor para esse procedimento enquanto estratégia de ensino de comportamento de falante em crianças com autismo.

Além do orientador professor Dr. André Varella (UCDB), a banca examinadora foi constituída pela professora da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR), Dra. Mariéle de Cássio Diniz Cortez e o professor Dr. Rodrigo Lopes Miranda (UCDB). Mais informações a respeito do programa de Pós-Graduação em Psicologia da Católica entre em contato pelo número (67) 3312-3605.

MAIS NOTÍCIAS