NOTÍCIAS

Professora da UCDB completa 60 anos de docência com homenagens de colegas, alunos e ex-alunos

25 de Outubro de 2022 08:10

 

Inspiração. Exemplo. Legado. Educadora. Incansável. Ao longo da noite de ontem (24), essas palavras foram se repetindo e ganhando força em cada depoimento dirigido à professora Dra. Maria Augusta de Castilho, em uma concorrida homenagem realizada em comemoração aos 60 anos de magistério da docente, no anfiteatro da Biblioteca da Universidade Católica Dom Bosco. Professora titular do Programa de Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Local e na graduação em História, Maria Augusta acumula centenas de alunos e ex-alunos e construiu uma sólida carreira como docente, orientadora, líder de grupos de pesquisa e escritora.

Com a presença do Reitor da UCDB, Pe. José Marinoni, do ecônomo inspetorial da Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT), Ir. Altair Monteiro da Silva, e do Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-graduação, Cristiano Marcelo Espinola Carvalho, a docente ouviu inúmeros pronunciamentos de colegas professores, alunos e familiares.

Pe. Marinoni relembrou as décadas de proximidade com toda família de Maria Augusta. “Entrei na vida dessa família há muitos anos. Nossa amizade se transformou em respeito e admiração. Foram ditas muitas coisas bonitas e esse é o segredo: o que vocês foram na vida das pessoas é o que permanecerá para sempre. Parabéns e obrigada por seu testemunho e sua história. Termino com as palavras de nosso Dom Bosco: Educação é coisa do coração. Você nos mostra que vale a pena dedicar a vida não a ensinar, mas a educar”.

Os organizadores da homenagem também homenagearam o Reitor pelos 52 anos de ordenação sacerdotal e pelos 80 anos de vida completados dia 7 de outubro.

Falando em nome dos professores do curso de História, o professor Roberto Figueiredo citou uma frase de Paulo Freire: “O educador se eterniza em cada ser que educa. Você nos mostra o que realmente é ser professor. Você transforma seus alunos na universidade, que saem da sala de aula e vão para as escolas fazer a diferença na educação dos estudantes”, destacou.

Ir. Altair ressaltou a palavra presença e citou a docente como exemplo. “Sempre enfatizamos que a salesianidade passa pela presença no meio dos jovens, dos alunos. E isso é o que sra. tem feito em toda sua carreira”.

Emocionada com tantas demonstrações de carinho, a docente da UCDB agradeceu a presença de tantos colegas, ex-alunos e atuais orientandos dos dois grupos de pesquisa que lidera: O sagrado no contexto de territorialidade e Patrimônio Cultural, além do Laboratório do História e da equipe que analisa historicamente os processos trabalhistas do Tribunal Regional do Trabalho 24ª Região.

Lançamento de livros

Durante a noite também foram lançadas duas publicações: Museus patrimônio cultural e desenvolvimento local, escrito por Maria Christina de Lima Félix Santos, e “O Centro Espírita Discípulos de Jesus com Potencialidades para o Desenvolvimento Local no Contexto da Territorialidade Central de Campo Grande – MS”, de Mariel Guerreiro da Fonseca Martins, ambos em co-autoria com Maria Augusta de Castilho.

MAIS NOTÍCIAS