NOTÍCIAS

Projeto Hora do Recreio levou diversão e doações para as crianças da ong Salesianos Ampare

03 de Junho de 2019 11:00

Acadêmicos do 5° semestre do curso de Publicidade e Propaganda em parceria com os alunos de Educação Física da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) realizaram, na quinta-feira (31), a quarta edição do “Hora do Recreio” — projeto que, desde 2016, promove uma tarde de apoio e atividades recreativas para as crianças atendidas pela organização não governamental (ong) Salesianos Ampare.

Circo foi a temática escolhida para a edição deste ano e, além de participarem de brincadeiras, os pequenos puderam se fantasiar e fazer pintura facial. Os acadêmicos também serviram um lanche com cachorro quente, algodão doce e refrigerante. Para os alunos da Católica, poder participar desse tipo de atividade foi muito gratificante.

“Apesar de ter sido cansativo, todo o nosso esforço valeu a pena quando vimos a diferença que fizemos na vida dessas crianças. A alegria que todos demonstraram só por darmos um pouquinho de atenção. São coisas tão simples e que para eles significam muito”, comentou a acadêmica Inara Ramos.

Na data, o grupo também entregou para a Salesianos Ampare roupas e alimentos. Todos os itens foram arrecadados pelos próprios alunos de Publicidade e Propaganda que promoveram uma gincana entre os semestres do curso como forma de incentivo para as arrecadações. A turma que conseguisse maior número de doações, poderia escolher uma disciplina para ganhar um ponto na média.

Com a proposta de promover boas ações e fazer dos futuros profissionais pessoas qualificadas e humanitárias, o projeto foi desenvolvido por meio da disciplina “Inteligência Competitiva em vendas, merchandising e eventos”, ministrada pela professora Dra. Cláudia Ruas. Segundo a docente a ação foi uma oportunidade de os alunos colocarem em prática aquilo que aprenderam em sala de aula. “É uma força-tarefa entre eles. Além de vivenciarem como é a organização de um evento deste porte, eles ainda têm a oportunidade de fazer a diferença na vida dessas crianças”, pontuou Cláudia.

Texto sob supervisão de Natalie Malulei.

MAIS NOTÍCIAS