NOTÍCIAS

“Saúde na contemporaneidade” é tema de série de lives feita por graduandos, mestrandos e doutorandos em Psicologia

18 de Junho de 2020 09:00

Acadêmicos da graduação, mestrandos e doutorandos da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) que integram o Laboratório de Saúde Mental e Qualidade de Vida no Trabalho, vinculado ao Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia, começaram, nesta semana, o projeto “Saúde na contemporaneidade” — uma série de lives realizadas, por meio do Instagram (@lsmqvt_ucdb), com a proposta de promover reflexões e debates relacionados à saúde mental no contexto de pandemia.

Durante 15 dias, às 18h, os bate-papos abordam temas como estresse ocupacional, resiliência e habilidades sociais. Segundo Liliana Andolpho Magalhães Guimarães, docente que coordena do laboratório e idealizadora da iniciativa, esses assuntos são escolhidos pelos próprios acadêmicos e vêm para auxiliar as pessoas a enfrentarem o momento de mudança que vivemos.

“Como as lives têm sido a forma preferencial de comunicação nos últimos tempos, escolhemos essa ferramenta para que os nossos alunos do 9º semestre de Psicologia que fazem estágio supervisionado, bem como os mestrandos e doutorandos, tivessem a oportunidade de prestar um serviço de utilidade pública, abordando questões que, realmente, são importantes diante do novo contexto trazido pela pandemia. Por exemplo, o trabalho em home office, problemas na saúde mental dos trabalhadores por conta do distanciamento social, questões relacionadas a medos, inseguranças e depressão”, ressaltou Liliana.

Nas lives, os temas escolhidos são abordados de duas maneiras: os alunos convidam um profissional da área para falar sobre o assunto ou são eles mesmos que discorrem o tema. Nessa quarta-feira (17), por exemplo, a acadêmica do 9º semestre de Psicologia Karen de Souza Monteiro Domingues falou sobre assertividade e as repercussões que essa habilidade pode ter no ambiente de trabalho.

“As definições de assertividade partem da premissa que todo o ser humano tem o direito de se expressar, de afirmação e todos devemos treinar esses direitos. Como trazer isso para o mundo do trabalho? Podemos entender que a falta de assertividade entre os colegas de uma organização e uma comunicação inadequada podem impactar diretamente no desempenho e trazer consequências muito ruins. Parte do sucesso de uma organização depende da forma com que os trabalhadores se comunicam, então, a capacidade de informar de maneira assertiva a cada colaborador como está o desempenho dele, na tentativa de que ele corrija os erros, por exemplo, é uma característica essencial de uma equipe de sucesso”, ressaltou Karen ao expor o tema.

Se você tem interesse em participar dos bate-papos, clique aqui e acesse o ig do Laboratório de Saúde Mental e Qualidade de Vida no Trabalho da UCDB. Vale lembrar que, mesmo após a transmissão ao vivo, todas as lives permanecem disponíveis no IGTV.

MAIS NOTÍCIAS