NOTÍCIAS

UCDB abre exposição Manoel de Barros Vive

12 de Novembro de 2021 11:02

 

Com a presença do Chanceler da Universidade Católica Dom Bosco, Pe. Ricardo Carlos, e do Reitor, Pe. José Marinoni, foi aberta hoje (12) a exposição “Manoel de Barros Vive”, uma coletânea feita por Pe. Dr. Afonso de Castro. O salesiano, ao longo de muitos anos, guardou recortes de jornais e revistas, edições de livros, dissertações e um arquivo pessoal que tratavam da obra do poeta e parte desse material ficará exposto no bloco Administrativo da Católica até dia 19.

“É uma alegria estar aqui hoje com os salesianos, conselheiros, diretores e demais irmãos. Pe. Afonso, sempre que o visitava, no Paulo VI, falava que tinha um acervo que gostaria de enviar para a UCDB. Ele ressaltava que o material deveria ficar na Bibilioteca para que fosse preservado e estivesse à disposição das pessoas”, relembrou Pe. Ricardo.

O Reitor da UCDB foi buscar pessoalmente o material e solicitou a montagem da exposição à Área de Cultura e Arte. “Escolhemos abrir a exposição sabem por quê? Manoel de Barros nasceu em 1916 e faleceu no dia 13 de novembro de 2014. Então, amanhã completa-se sete anos de sua morte, mas sua obra continua viva!”, afirmou o Reitor, relembrando que o poeta recebeu o título de Dr. Honoris Causa da UCDB em outubro de 2000.

Pe. Afonso de Castro é autor do livro “A poética de Manoel de Barros” e dedicou grande parte de sua vida acadêmica a estudar o poeta. Isso o levou a acumular livros, registros, cartas pessoais, entre outros materiais. Ele não pôde comparecer ao evento, mas enviou uma mensagem por meio do Pe. Marcelo Fujimura: “É um dever de reconhecimento, de publicação, de explicitação e da proclamação da grandeza da obra de Manoel de Barros para todos que aqui se aproximam para contemplar, apreciar e tentar entender. A obra de Manoel de Barros no seu conjunto, em toda sua vida, tem uma finalidade de realçar a grande vida, a qualidade de vida de Mato Grosso do Sul, bem como explicitar a vida daqueles que adotam a arte como também um caminho de crescimento e de grandeza.

Reconhecimento

Colega de Pe. Afonso na Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, a escritora Raquel Naveira se encantou com o material reunido pelo salesiano. “Esses registros são muito importantes, pois unem um poeta que tem um trabalho reconhecido nacionalmente com um pesquisador a altura dessa obra. Vi preciosidades aqui na exposição e Pe. Afonso nos mostra sua generosidade em colocar o acervo e estudos para ser divulgados de forma mais ampla para a sociedade”, destacou.

A exposição teve a curadoria do professor Roberto Figueiredo, da Área de Cultura e Arte da UCDB, ligada à Pró-Reitoria de Pastoral e Assuntos Comunitários.

 

Veja a galeria de fotos

 

MAIS NOTÍCIAS