NOTÍCIAS

UCDB e Agepen firmam parceria para execução de projeto de extensão

07 de Junho de 2021 14:52

 

A Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) assinam nesta quarta-feira (9) termo de cooperação para o projeto “Remição pela Leitura”, que terá a participação do projeto de extensão da Católica “Democratização: Construindo valores”. Serão atendidos os detentos do Centro de Triagem Anísio Lima, de Campo Grande.

O projeto é coordenado pela Agepen desde 2018. Por ele, cada exemplar lido de forma voluntária pelo interno pode remir até quatro dias da pena. Após a leitura, o detento faz uma resenha ou resumo da obra literária, que será corrigido pelos alunos extensionistas da UCDB.

“O preso participa de forma voluntária e a cada exemplar lido, sendo um por mês, será submetido a uma avaliação escrita, que será elaborada e corrigida pelos acadêmicos, sob a supervisão de professores. Conforme o grau de instrução, é exigido uma resenha crítica ou um resumo mais simples. Os livros são escolhidos por nós, a partir de uma lista disponibilizada pela Agepen”, detalhou a professora do curso de Direito, Ana Cristina Medeiros Rodrigues.

O detento tem prazo de 20 dias para realizar a leitura da obra e em até 10 dias é marcado a avaliação. Em um ano, o total de dias remidos da pena pode chegar a 48. “Pela Lei de Execução Penal, só há duas formas de remição de pena: pelo trabalho ou pelo estudo. Como o estudo não vinha acontecendo, incluiu-se os projetos de leitura”, complementou a docente. Serão cerca de 12 acadêmicos extensionistas ligados ao projeto da Agepen.

Já o projeto de extensão “Democratização: Construindo valores” atende, por sua vez, também atua em escolas públicas e em instituições de atendimento socioassistenciais. Os objetivos são o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, bem como da relação família-escola, capacitação para o mercado de trabalho, educação financeira, empreendedorismo, sustentabilidade, direitos humanos e formação para cidadania. O projeto interdisciplinar envolve professores e acadêmicos dos cursos de Ciências Contábeis, Direito, Educação Física, Pedagogia, Processos Gerenciais e Serviço Social.

 

MAIS NOTÍCIAS