NOTÍCIAS

UCDB é selecionada para programa federal de incentivo às exportações

17 de Maio de 2019 07:00

A Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), por meio da Agência de Inovação e Empreendedorismo (S-Inova), acaba de ser credenciada pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) para integrar, por dois anos, o time de escritórios no Brasil do Programa de Qualificação para Exportação (Peiex-Brasil), sendo o primeiro escritório de Mato Grosso do Sul e que visa promover gratuitamente o processo de exportação de pequenas e médias empresas.

Na próxima semana, de 20 a 24 de maio, na sala 43 do Bloco D, integrantes do Programa em Brasília vão ministrar treinamento para a qualificação da equipe sul-mato-grossense, apresentando a metodologia e forma de atuação voltadas para a exportação a ser replicada os empresários de MS. “A Apex vai remunerar seis técnicos escolhidos pela UCDB, para fazer este trabalho. Como contrapartida a UCDB sede a estrutura, gerencia os recursos e as metas do projeto”, explica o coordenador institucional do projeto na UCDB, professor Michel Constantino.

“Essas atividades permitirão a UCDB dar continuidade na promoção da excelência acadêmica, conectando ensino, pesquisa, extensão e pastoral de forma com que permita a formação completa de profissionais para atuação no mercado e na sociedade. A escolha da Instituição para sediar um escritório da Peiex é o reconhecimento das iniciativas e as estratégicas institucionais”, comemora o coordenador administrativo da S-Inova/ UCDB, Vinícius Lugo Samudio.

Ele ressalta ainda que Mato Grosso do Sul, pela sua localização geográfica, é naturalmente um estado com várias potencialidades para o comércio exterior, além de apresentar estrategicamente fronteiras com Bolívia e Paraguai. “A Universidade está inserida em grupos de trabalho, como o corredor bioceânico e, inclusive já encaminhou estudos e participa de eventos para tal, o que contribuiu para esse acordo de cooperação técnica e financeira entre a UCDB e a Apex”, justifica.

Segundo informações da Apex, o atendimento do Peiex é feito com base em visitas às empresas: a 1ª visita tem o objetivo de medir o potencial exportador; a 2ª visita é a ocasião em que o técnico do Peiex faz um diagnóstico do negócio para identificar o nível de prontidão da empresa para a exportação. Com base nas informações levantadas, é elaborado um plano de trabalho com a implantação de requisitos necessários à exportação. A empresa não precisa pagar pelo atendimento, mas deve estar disposta a dedicar tempo e investimento próprio para completar o processo. Ao final do atendimento, que dura aproximadamente 38 horas, a empresa recebe um plano de exportação para orientar a sua inserção internacional. Mais informações pelo e-mail peiex@ucdb.br.

MAIS NOTÍCIAS